O PREÇO DOS IMÓVEIS NO BRASIL

No auge da grande crise imobiliária norte-americana de 2008, muitos apostaram na queda do preço dos nossos imóveis, mas isto não aconteceu. Ao contrário, o setor continuou crescendo em um ritmo vertiginoso.

Nos últimos cinco anos, os preços dos imóveis têm apresentado uma alta média de 25% ao ano, contra uma inflação anual da ordem de 5% a 6%.

Diante desses números expressivos, muitos também apostaram no fato de que, depois da “bolha americana”, a próxima “bolha” a estourar seria a do nosso mercado imobiliário. Erraram novamente, ao interpretar que poderíamos estar diante de um movimento meramente especulativo.

Esses analistas não entenderam que o combustível que alimenta os preços dos imóveis é uma demanda interna reprimida por muitas décadas provocada pelo trinômio: inflação alta/ausência de crédito imobiliário/ desemprego elevado.

Enquanto a inflação continuar controlada, os bancos continuarem emprestando em condições cada vez mais favoráveis de prazo e juros e a oferta de emprego manter-se estável, o mercado continuará sólido e os preços continuarão em alta.

Uma prova da sustentabilidade do mercado pode ser observada no setor de locação: se o valor dos aluguéis houvesse acompanhado, na mesma proporção, a alta dos preços dos imóveis, o setor entraria em colapso, porque o poder aquisitivo da população não acompanhou, obviamente, um crescimento tão expressivo.

Demonstrando bastante maturidade, o mercado de locação passou a trabalhar com uma taxa de retorno de investimento de cerca de 0,5% para os imóveis residenciais e de 0,7% para os comerciais, contra os 0,7% e 1%, respectivamente, praticados a até pouco tempo atrás.

Existe uma máxima no mercado segundo a qual “preço de imóvel no Brasil não cai”. E não cai mesmo: nos grandes momentos de recessão do passado, houve, no máximo, estabilização dos preços.

Ainda que afetado por mais uma grande crise mundial, agora basicamente de origem européia, o mercado continua operando em alta: fechado o primeiro semestre, a expectativa é de que os preços venham a subir em torno de 10 a 15% neste ano.

 

Claudio Antonio Brandão

Diretor de Vendas CMB IMÓVEIS

Uma resposta to “O PREÇO DOS IMÓVEIS NO BRASIL”

  1. Corretor Says:

    Sr Claudio espero q o Sr reveja este post pois o mercado nao esta mais asimm tem aptos com descontos de 30 a 40% ou mais ou seja imoveis q custaram a 6 meses um valor hj a construtora diz que é desconto tira 80a 100 mil reais , quero so ver quem pagou o valor de lançamento como eles dizem q no lançamento é mais em conta ! sera q irão devolver a diferença ?abrçs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: