A bolha imobiliária (mais uma vez…)

Repercutiram bastante nos últimos dias as declarações feitas, tempos atrás, por Robert Shiller, economista da Universidade de Yale/USA, a respeito do mercado imobiliário brasileiro.

Elas voltaram à tona devido ao fato do referido economista ter sido agraciado recentemente com o Premio Nobel de Economia, o que, naturalmente, confere mais autoridade às suas opiniões.

Mas vejamos, com bastante atenção, suas palavras a respeito do assunto:

“Suspeito que haja uma bolha imobiliária no Brasil. Os imóveis mais que dobraram de preço no Rio de Janeiro e em São Paulo nos últimos cinco anos. O que aconteceu em cinco anos de tão dramático para os preços subirem assim? A inflação não foi muito menor? E por que os preços no Brasil foram para cima ininterruptamente?”.

Mas, é muito importante ressaltar que, ao mesmo tempo, ele afirmou o seguinte:

“Eu não posso cravar que exista uma bolha no Brasil porque não conheço a fundo as características do mercado local. Mas comparando os dados brasileiros com os de outros países, posso dizer que a alta sugere cautela.”

Um recado para os apocalípticos de plantão:

Não devemos nos impressionar com impressões de especialistas, mesmo aqueles reconhecidos mundialmente, que não conhecem suficientemente a realidade de nosso país.

Os economistas brasileiros são também reconhecidos em todo o mundo pela sua excelência e competência.

E a maioria deles acha que estamos muito longe de sofrermos com os efeitos da “bolha”.

Claudio Antonio Brandão

Diretor de vendas CMB IMOVEIS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: